login

Consulta da Dor

 

Drª Georgina Coucelo

Anestesiologista com Competência em Medicina da Dor atribuída pela Ordem dos Médicos

Pós-graduação em Acupunctura médica pela faculdade de Ciências Médicas de Lisboa.

Experiência em Ozonoterapia médica desde 2006

Fundadora e Directora da Unidade de Dor do Hospital Amadora-Sintra, até Setembro de 2014

     DA MINHA DOR SÓ EU SEI

A Dor é sempre uma sensação subjectiva e individual, com um componente físico (sensitivo) e um componente emocional.

Contudo, Dor Aguda  é uma resposta normal do organismo a uma agressão (traumatismo, cirurgia,…), de duração limitada no tempo, que deverá passar quando o processo de cura da doença que lhe deu origem, se verificar. É importante tratá-la, não só para o conforto do doente, como para acelerar o processo de cura/tratamento.

A dor aguda não tratada pode estar na origem de alguns quadros de Dor Crónica e que surge de uma forma transversal em múltiplas situações médicas e cirúrgicas.

Sendo um fenómeno subjectivo e individual, difícil de quantificar, a que cada doente reage de forma particular, acaba por ter grande interferência nas emoções, na qualidade do sono e no bem estar do doente. Origina frequentemente incapacidades que se reflectem a nível do trabalho, das relações familiares e sociais.

Daí poder considerar-se a Dor uma emoção desagradável, com grande limitação na Vida de muitos doentes.

O apoio ao doente com dor deve-se completar com medidas preventivas de situações de agravamento, promover medidas de reabilitação e hábitos de vida saudáveis que melhorem a Qualidade de Vida das pessoas.

TERAPIA DA DOR CRÓNICA (quadros clínicos mais frequentes)

  • Lombalgia/lombociatalgia
  • Doenças reumáticas (artrites, artroses, osteoporose)
  • Doenças auto-imunes (artrite reumatoide, lupus, espondilites)
  • Patologia musculo-esquelética e tecidos moles (fibroses, tendinites, burcites)
  • Doenças vasculares e pós AVC
  • Doenças degenerativas do Sistema Nervoso Central (Esclerose múltipla e similares), nevralgia do trigémeo
  • Cefaleias
  • Neuropatias de Diabetes
  • Dor pós-cirúrgica
  • Dor de origem oncológica, devida a tratamentos realizados: cirúrgicos, quimioterapia e radioterapia.

SÃO MÚLTIPLAS AS FORMAS DE TRATAMENTO ADEQUADO DA DOR:

  • Medicamentosa
  • Infiltrações de nervos periféricos específicos
  • Infiltrações articulares (ombro, joelho, anca, pequenas articulações)
  • Infiltrações de pontos gatilho, tendinites, músculos profundos
  • Ozonoterapia
  • Electroterapia
  • Electroacupuntura